Por que devemos ensinar às crianças sobre meditação?

Engana-se quem ainda imagina que meditação é coisa de gente grande. Não é porque as crianças não têm o sistema cognitivo completamente desenvolvido que elas não possam aprender a meditar.

Os pequeninos podem - e devem -  aprender as técnicas de meditação, desde que este trabalho seja feito com os procedimentos corretos.

MEDITAÇÃO PARA CRIANÇAS

A meditação é um ato consciente de nos retirarmos mentalmente do ambiente em que estamos. Frequentemente, os praticantes realizam o processo em ambientes completamente silenciosos, mas isso não é uma regra absoluta.

Mas quando o assunto é meditação para crianças, logo vem o espanto. Acontece que estamos tão acostumados com a agitação da criançada que parece impensável a ideia que vê-las concentradas, meditando. Mas, só parece. Com jeitinho e a instrução correta, elas realmente são mais do que capazes de meditar do que imaginamos. Além disso, a técnica desenvolve o autocontrole, concentração e outros benefícios que a curto e longo prazo trazem grandes vantagens para a vida dos pequeninos.

Alguns passos devem ser seguidos para que a meditação dê certo com as crianças. O primeiro deles está na vontade. Se a criança se sentir obrigada, não dará certo. A livre e espontânea vontade é que fará com que o processo seja benéfico.

Outro passo importante é o período. A meditação para crianças deve ocorrer em períodos curtos. Conforme ela for se acostumando o tempo poderá ser aumentado. O processo deve ser feito cuidadosamente para não alterar a natureza da criança que, em fase de desenvolvimento, precisa lidar com um mundo complexo.

A orientação de um adulto é outro ponto fundamental e que não deve ser negligenciada. Contar com a presença de um profissional garante que todos os processos sejam realizados de forma que a criança desfrute ao máximo da técnica.

POR QUE CRIANÇAS DEVEM MEDITAR?

Os adultos procuram pela meditação, inicialmente, para esquecer seus problemas, estresses, preocupações e até mesmo frustrações. As crianças, por outro lado, não possuem todos esses problemas. Sendo assim, por que elas deveriam meditar?

O motivo está nos benefícios que a meditação proporciona, entre os quais podemos destacar o relaxamento; contudo, ele também traz alterações positivas nos estágios físico, mental e espiritual. Estes benefícios são visíveis tanto para as crianças, quanto para os adultos. A diferença é que os adultos só procuram a meditação quando estão com algum problema, e as crianças não. Até por isso o estado de graça é alcançado mais rapidamente nas crianças.

Além disso, a meditação para as crianças influencia diretamente na quebra dos traumas causados por perdas importantes, bullyng, acidentes entre outros. Isso faz com que, na fase adulta, ela não passe por problemas emocionais maiores.

SURGIMENTO DA MEDITAÇÃO

A meditação é uma técnica muito antiga. Sua existência está no patamar do milênio, com mais de 5000 anos. Ela se originou na Índia e se difundiu para diversos países do ocidente. As principais técnicas da meditação são:

• Concentração;

• Respiração profunda;

• Exame atencioso do corpo;

• Exame minucioso de seres da natureza;

• Mantras;

• Orações.

Seja a meditação realizado por adultos ou crianças, ela é uma arte cuja exigência do praticante está no processo mental sistematizado.